Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins

Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto - que tem namorada. Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?
O início do livro não me agradou muito, achei a leitura um pouco cansativa, mas como as criticas que eu tinha lido antes de comprar o livro tinham sido positivas, decidi continuar lendo até o final. 

O que devo dizer foi a melhor escolha.


Anna e o beijo francês foi um dos livros lidos este ano que, sem dúvida, mais me encantou. Étienne St. Clair com seu sotaque delícia britânico e Paris, a cidade mais romântica do mundo, foram o que mais chamaram minha atenção quando estava lendo o livro. 

Stephanie Perkins usa bastante alguns conflitos pessoais como insegurança e indecisão, o que torna os personagens 'não-perfeitos', além de focar em assuntos como a escola, os amigos, romances e dramas familiares, o que os torna 'reais'.

Anna é obrigada pelo seu pai (que a autora faz muita referencia ao escritor Nicholas Sparks) para estudar seu último ano de colégio em um internato americano, em Paris. Deixando em Atlanta, sua melhor amiga e um quase namorado. Anna demonstra bastante aversão à ideia de ir morar na Cidade Luz, o que de nada adianta. Lá está ela, em Paris; longe de casa, com um idioma que ela não entende, com um povo que odeia estrangeiros, e principalmente, sozinha. 
"Eu o sinto chegar, mas não consigo evitar.
Pânico.
Eles me deixaram. Meus pais realmente me deixaram! Na França!"
Mas não por muito tempo. Logo no começo das aulas, ela já faz amizade com o casal Tood e Ramisha, Meredith e o lindo-perfeito-maravilhoso Étienne, por quem a protagonista (e toda a escola) sente uma forte atração, sentimento que ele parece corresponder, mas há um pequeno empecilho deles ficarem juntos: St. Clair tem namorada.

A história fica ainda mais gostosa de ser lida quando a autora nos leva a alguns pontos turísticos de Paris, junto com o grupo de amigos.

O livro tem alguns erros na tradução que me deixaram um pouco confusa, mas nada que atrapalhe muito a leitura.
Classificação:
Onde Comprar:
 

Um comentário:

  1. um livro fofo e incrivel, acho uma delicinha ele! a capa fofa!

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar nosso blog, aproveite e deixe um recadinho para nós.

P.S.: Não divulguem seus dados pessoais.
P.S.²: Seja educado.